Como medir o resultado do cliente ao longo do processo

Eu quero falar contigo como que mensura o resultado de um Coachee ao longo de um processo de Coaching. Precisa fazer isso?  É importante medir o resultado dele? Vamos falar disso!

Eu tô falando aqui como medir o resultado do cliente ao longo do processo de Life Coaching, beleza? Então eu não vou falar de Retorno Sobre o Investimento… não quer dizer que ROI não é importante de ser medido, tá? No Life Coaching, na maioria das vezes, essa mensuração não se aplica, ao contrário de Executive ou Business Coaching.

Também não quero falar de indicadores de uma empresa, tipo a quantidade de falta dos funcionários dentro da empresa ou o número de reclamações feitas pelos clientes. Tô falando isso só pra você se ligar que existem várias formas de você mensurar o resultado de um processo de Coaching.

Como medir o resultado…

O que a gente não consegue medir, a gente não consegue melhorar e quando eu atendia clientes que queriam ganhar mais confiança, encontrar um relacionamento sólido para casar, emagrecer, passar na prova da OAB,  ter mais foco, vencer a procrastinação. Eu pensava como que esse cara vai perceber a evolução dele dentro do processo de Coaching?

É muito importante que o Coachee veja que ele está evoluindo pra dar valor ao processo de Coaching e pra continuar fazendo o que ele se comprometeu a fazer.

Agora eu vou dividir com você 2 formas que eu uso para medir o resultado e a melhora do meu Coachee que faz com o que ele diga assim “Uau, como eu evolui”.

1ª forma: Normalmente quando a pessoa precisa evoluir em um comportamento ou em uma habilidade eu pergunto assim: “Só pra eu visualizar melhor, me diz o seguinte, considerando que menos dez (-10) é o cara que está no fundo do poço, zero (0) é neutro e mais dez (+10) é o ápice, onde é que você se enquadra agora?”.

Isso eu faço na primeira sessão. O Coachee vai dizer onde ele visualiza que está naquele momento e normalmente, ele se enquadra no negativo! Você guarda essa resposta do Coachee pra você, beleza?

Em uma próxima sessão, que ele já evoluiu pra caramba e tá em um outro nível, você pergunta e explica a mesma coisa pra ele (sem falar da primeira resposta ainda) e aí provavelmente ele vai dizer que está na zona positiva.

Nesse momento você relembra a primeira resposta e mostra o quanto ele evoluiu, por exemplo, saindo de menos sete (-7) para mais quatro (+4). Aí você fala alguma coisa assim “cara, você lembra que você era menos sete (-7)? Olha a sua evolução do -7 para o +4, olha o quanto você já evoluiu, parabéns, bate aqui!”

Com isso ele percebe tudo que evoluiu. É importante fazer isso por que ele pode ter algum sabotador hiper-realizador e não perceber o quanto ele já progrediu naquele período.

Lembrando: existem várias formas, tô trazendo duas para você usar hoje, no próximo processo de Coaching.

2ª forma: Eu uso uma simbologia com o Coachee para que na cabeça dele, ele consiga organizar os pensamentos. Exemplo: mulheres que queriam aumentar o nível de confiança para terem um relacionamento sólido. Você pode perguntar assim “pra você se sentir pronta, pra ter um relacionamento sólido do jeito que você quer,  você imagina que isso seja uma caminhada de quantos passos?”.

Ou poderia ser para alguém que precisa de mais confiança… isso vale pra qualquer lógica, basta adaptar.

Se liga, eu já tive cliente que respondeu “300 passos”, tive cliente “10 mil passos”. Isso é bom pra você entender o que tá passando na cabeça do seu Coachee. E aí a pergunta é: “massa que você me disse isso, agora me diz o seguinte… hoje em que passo você está?”.

E aí podem ter respostas “hoje eu tô no passo 0” ou “hoje eu tô no passo 10 por que eu já vim aqui pra fazer o processo de Coaching”. Percebe? Isso vai servir de simbologia de concretude ao longo de todo o processo de Coaching.

Aí numa terceira sessão você pode falar assim: “eu lembro que você disse que precisava de 10 mil passos pra conseguir o que você queria e, naquele momento, você estava no passo 10. E agora, em que passo você está?”

De novo… podem ter várias respostas: “ah, eu já evolui para o passo 2 mil” ou “não saí do lugar, tô no 10” e se isso acontecer, é uma oportunidade de reavaliar a forma como você está conduzindo ou o que você pode fazer de diferente para que na próxima sessão a Coachee tenha mais evolução.

Em Coaching, mais do que aprender, a gente tem que colocar em prática… e se o que eu dividi contigo agora faz sentido pra você coloca aí nos comentários que eu vou adorar saber!

E deixa eu dividir contigo também uma das melhores perguntas que já ouvi… tem a ver com Executive Coaching, só que é adaptável para váááários nichos 🙂 Acho que você vai curtir!

5 Comentários

  1. IVONE PAULINA SILVA

    NOSSA AMEI , BOM DE MAIS ,EU ESTOU TRABALHANDO DE FUNCIONÁRIA PUBLICA , E PORTANTO QUE ESTOU NA ESTACA 0.QUEM SABE AINDA VOU DAR UMA GUINADA ,JÁ ESTOU NO FIM, MAS COMO ANDA A NOSSA POLITICA ECONOMICA QUE ESTÁ PARA TER MUDANÇA : A GENTE NÃO SABE PARA ONDE ANDAR.,ENTÃO PRETENDO ESPERAR MAIS UM POUCO.

    Responder
  2. Jarylda Silva

    Gratidão Geronimo por compartilhar conosco dicas preciosas, servem para nossos clientes como também como para nós mesmos nos avaliarmos. Valeu Deus te abençoe

    Responder

  3. silvia Pereira

    Muitíssimo obrigada Geronimo! Você já está mudando o mundo!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.