Teoria do Flow no Coaching

Teoria-do-Flow-no-CoachingJá ouviu falar em estado de Flow?

Flow em inglês significa fluxo e foi objeto de estudo do professor de psicologia Mihaly Csikszentmihalyi. Segundo ele é a maneira mais poderosa de usar as emoções a serviço do aprendizado e da performance.

A teoria foi observada a partir de artistas plásticos, que focavam totalmente em suas obras, como se estivessem mergulhados naquele momento, como exemplo de Michelangelo. Na teoria do flow, o indivíduo se sente em estado de fluidez no processo de realização do trabalho, se envolvendo totalmente com o que está fazendo.

O foco produzido pelo estado mental é capaz de promover uma satisfação incomparável pelo trabalho realizado. É como se estivesse em transe e só existisse a atividade em que se está dedicado.

Estado de flow na prática

Para que você esteja mais presente para esse conceito imagine que estar em estado de flow é como estar em extremo foco e concentração, envolvido somente no que se está fazendo. Sem preocupações, sem mundo externo, somente envolvido na atividade em que está fazendo. Seria como se você gostasse tanto do que está fazendo e estivesse tão empolgado, que a motivação fizesse com que não existisse mais nada além da atividade que você está realizando.

Imagine um nadador profissional, que gosta tanto do que faz, que quando pula na piscina, é como se nada mais existisse entorno dele e esse prazer é tão grande, que vai muito além de ganhar ou perder. Quando pula na piscina, ele entra em estado de flow, concentrando-se ao máximo em suas braçadas. Muitas vezes a vitória vem devido à sua grande concentração e, de tão concentrado, não percebe sua vitória. Até que alguém o avise.

Flow no trabalho

Para que isso aconteça dentro de uma empresa é preciso haver uma motivação a mais, como se o funcionário estivesse imerso no trabalho. Seria um modo mais profundo do termo ‘vestir a camisa da empresa’.

Essa sensação pode ser espontânea, mas dentro de um processo de Coaching o Coach, profissional que conduz o processo, propõe ao funcionário que ele invoque em sua mente algum momento pessoal em que tenha atingido tal estágio. Essa aplicação da Teoria do Flow no Coaching parte dessa lembrança boa que ajuda o Coachee, cliente, a realizar a atividade de trabalho com tal emoção aflorada e com isso ancorar a satisfação da realização no momento presente. Se essa prática for se tornando uma constante, o trabalho pode ter um rendimento além do esperado.

No Coaching flow, o foco no trabalho realizado é tão grande que não sente nem mesmo o tempo passar, tamanho estado de alegria. Engana-se quem pensa que estar em estado de flow é estar fora de si. Quem está no estado em que a teoria de flow cita, está desenvolvendo com excelência o trabalho designado.

As principais condições que favorecem o estado de flow no indivíduo em ambiente de trabalho é ter objetivos claros e definidos, regras estabelecidas, desafios de acordo com as maiores habilidades do profissional, dar um retorno e estímulo sobre o trabalho realizado, trabalhar em um ambiente descontraído que estimule a concentração e promover um bem estar para o funcionário.

Utilizando o coaching flow há um aumento considerável das competências de cada colaborador, já que o estado faz com que o funcionário trabalhe e desenvolva com excelência.

 

 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.