3 Razões Para Não Ser Um Coach Profissional

Nem todo mundo se forma em coaching para atender clientes, viver de coaching e ser um coach profissional. Muitas pessoas se formam e transformam a própria vida e o relacionamento que tem com a família e todos ao redor através das técnicas que aprenderam na formação.

Eu vou falar contigo o grande benefício de ser formado em coaching e vou te apresentar as 3 razões pra não ser um coach profissional, beleza?

Existem 3 formas de se usar o coaching. Uma delas é através da profissão, com um processo de coaching estruturado para atender clientes e ajudar pessoas com seus objetivos.

Outra forma de usar o coaching é através das ferramentas, você senta com alguém e faz uma ferramenta, uma roda da vida, uma rota da jornada ou alguma outra ferramenta espcífica.

A terceira forma é através de uma conversa coach. Quando a gente entende a metodologia por trás do coaching, a gente começa a ter conversas coach com nossos filhos, funcionários, chefes, colegas, esposa pra fazer com que caminhem na direção do que querem pra vida deles.

Em outros casos, poderia até dizer que a gente consegue fazer eles caminharem na direção do que a gente quer, desde que usado com integridade.

Então quando a gente entende a metodologia, a lógica por trás do coaching… o que você está aprendendo é como fazer as pessoas realizarem aquilo que elas precisam na vida delas.

Existe um entre outros experimentos científicos que mostram que usando a técnica certa, você aumenta as chances de alguém fazer o que você quer de 20% pra 95%. Sabe qual é a técnica? Nós seres humanos precisamos ser congruentes com tudo aquilo que a gente fala e se posiciona. Se eu digo que eu to doente, eu não vou falar de forma rápida ou alto.

Nós como sistema, corpo, mente, cérebro… relacionamentos, temos quer ser congruentes em tudo.

Um exemplo: a minha filha, Carol… virou outro dia e falou “pai tô enjoada (ela tava comendo algo saudável), eu olhei pra ela e pensei “comendo biscoito não enjoa, mas comendo comida saudável enjoa?”.

Que que eu fiz? Uma pergunta Coach. Tive uma conversa Coach com ela. Sem julgamento, eu falei “Carol… entendi, tá enjoando essa comida, né…”. E perguntei: qual é a comida que você poderia comer que fosse saudável, mas que não te enjoaria? Ela pensou, pensou e respondeu, maçã? Perguntei: maçã é saudável? Vai enjoar você? Então bate aqui!

O que acontece? Agora ela vai ter que comer a maçã e a probabilidade dela dizer que não enjoou é muito maior. Por congruência ela tende agir assim. Entende a lógica?

O que quero que você entenda é que as pessoas não fazem uma formação em coaching só porque querem viver de coaching. A gente faz uma formação em coach para ter conversas coach com as pessoas ao nosso redor.

Então, esssa é a primeira razão pra você não se tornar um coach profissional. Se você é um líder, dono de empresa, se você tem equipe, se envolve com outras pessoas no seu trabalho,  o coach vai dar a você técnica pra fazer a sua equipe, por exemplo, aumentar o nível de realização de 20 a 95%.

Segunda razão, pra você ter um melhor relacionamento com sua família, tudo com conversas coach. Eu não preciso virar um coach profissional. Você pode fazer com que as pessoas que você ama, as pessoas ao seu redor tenham uma vida melhor, mais próspera, mais realizadora. E também, pra você ter uma vida melhor!

Quem se forma aqui no IGT Coaching, aprende ferramentas pra você próprio. A gente acredita que quanto mais você se transforma, mais você tá pronto pra transformar o seu ambiente e as pessoas ao seu redor. As pessoas que se formam falam abertamente o quanto que a formação transforma a vida delas.

Se você quiser, algum dia, me dar a honra de ser formado pelo IGT, eu vou ter o maior prazer de formar você na sua jornada.  

Se quiser saber mais é só clicar nesse link aqui.

Fez sentido o que falei pra você? Comentá aí embaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.